Governo de Pernambuco anuncia concurso com 3,5 mil vagas para professores e contratação de monitores

O governo de Pernambuco anunciou nesta quarta-feira (13) um programa de monitoria para que estudantes e outras pessoas da comunidade tragam de volta à escola pessoas que abandonaram os estudos e um concurso com 3,5 mil vagas para a Secretaria de Educação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O certame visa contratar professores e analistas em gestão educacional para diminuir o déficit da rede estadual. O edital para a seleção deve ser divulgado até o fim de 2021 e os novos profissionais deverão tomar posse até o fim do primeiro semestre de 2022.

O estado também disse que vai realizar pagamento do Bônus de Desempenho Educacional (BDE), pela primeira vez, a todos os servidores da educação. Os anúncios foram feitos durante uma cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife.

O programa Monitoria PE tem duas partes, sendo uma a busca ativa e outra com alunos selecionados para dar aulas de português e matemática a colegas de classe.

Na primeira, em que as pessoas que vão fazer busca pelos estudantes que deixaram a escola, será dada uma bolsa de R$ 800. Para os monitores que vão reforçar o aprendizado de colegas de classe, a ajuda de custo é de R$ 200.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Para participar do programa de monitoria para busca das pessoas que abandonaram a escola, é preciso que os estudantes tenham disponibilidade de 20 horas semanais e, preferencialmente, ser aluno egresso da rede estadual. Podem se candidatar às vagas líderes comunitários e outras pessoas, bem como os próprios estudantes. Devem ser investidos R$ 568 mil no projeto.

“Serão mais de 7 mil monitores em todo o estado de Pernambuco sendo remunerados para dar reforço aos alunos das escolas públicas que têm algum tipo de dificuldade, sem contar, também, com uma monitoria nova, que nós criamos, de busca ativa. Pernambuco é o lugar do Brasil com a menor taxa de evasão, até a pandemia. E agora a gente tem que ir atrás desses alunos que ainda não voltaram às escolas”, declarou o governador Paulo Câmara (PSB).

No caso do Programa Monitoria Aprendizagem, que tem investimento de R$ 4 milhões, foram disponibilizadas 7.128 vagas para todas as escolas do estado. Para participar, é preciso estar no 9º ano do ensino fundamental ou no 3º ano do ensino médio. Cada turma terá dois monitores, sendo um para a língua portuguesa e um para matemática.

É preciso, ainda, ter média superior a 7 nas disciplinas. As inscrições para o programa devem ocorrer ainda em 2021, mas ainda não foi divulgada a data.

“A pandemia deixou uma lacuna e através do programa de monitoria vamos escolher estudantes para ajudar colegas em português e matemática. Nada melhor que o próprio estudante para estar ao lado do que tem dúvida, com a linguagem. Não tenho dúvida que vários monitores de hoje serão professores de amanhã”, afirmou o secretário estadual de Educação e Esportes, Marcelo Barros.

Por G1.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido contra cópia !!
Fechar
Fechar